top of page
  • Foto do escritorGustavo Soares

Portugal: 95% dos jovens entre os 15 e 24 anos ainda vive com os pais.

A independência é cada vez mais difícil de alcançar para os jovens portugueses e a esmagadora maioria, entre os 15 e os 24 anos, ainda vive com os pais, apesar dos crescentes níveis de qualificação no país.

Portugal: 95% dos jovens entre os 15 e 24 anos ainda vive com os pais.

Em Portugal, 95% dos jovens entre os 15 e os 24 anos ainda viviam com os pais no ano passado.

É o quarto valor mais elevado na União Europeia e quando comparado com a realidade no país há duas décadas (em 2004, eram apenas 86%) traduz "uma mais difícil independência".


Portugal é o 5.º país da União Europeia com maior proporção de jovens com vínculos de trabalho precários e posiciona-se em 7.º no que respeita às maiores taxas de desemprego jovem, que afeta um em cada cinco. O relatório identifica ainda um número significativo de jovens (quase 25%) em situação de pobreza ou exclusão social.


Jovens não conseguem arrendar ou comprar casa Portugal é o 5.º país da União Europeia com maior proporção de jovens com vínculos de trabalho precários e posiciona-se em 7.º no que respeita às maiores taxas de desemprego jovem, que afeta um em cada cinco. O relatório identifica ainda um número significativo de jovens (quase 25%) em situação de pobreza ou exclusão social. Na ultima década, houve o aumento muito grande dos preços da habitação e uma diminuição da oferta. Perante um cenário de empregos precários, empregos mal pagos, e de um aumento muito grande do preço da habitação, é evidente que o numero de jovens a viverem com os pais aumenta e a capacidade de os jovens saírem de casa cedo diminui.


Precisa de ajuda para a venda, compra, trespasse ou arrendamento do seu imóvel? Contacte-me e permita que eu o represente, negociando por si e libertando-o de tarefas burocráticas sempre indesejadas.


Faço Tudo Por Si e Pela Sua Casa.


Contactos ⤵

📲 +351 915 007 986

✉ gustavo.soares@sp-luxury.com

✉ gustavo.soares@century21.pt

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page